Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

A eletrostática, basicamente, é a parte da eletricidade que estuda as cargas elétricas em repouso. Mesmo com uma definição tão simples a princípio, muita gente ainda confunde alguns conceitos dentro desse estudo. Vamos detalhar esse ramo da eletricidade, afim de não deixar dúvidas sobre os conceitos.

Eletrostática

Eletrostática e eletricidade estática

Muita gente faz confusão entre esses dois termos quanto aos seus significados. Como já vimos, a Eletrostática estuda as cargas elétricas quando elas estão em repouso. Portanto, nessa condição, significa que elas estão em equilíbrio, ou seja, não estão se movendo. Esse estado é chamado de Eletricidade Estática. Se estivessem em movimento, haveria então passagem de elétrons, ocasionando uma corrente elétrica. A essa condição, dá-se o nome de Eletricidade Dinâmica.
Simplificando, a eletrostática estuda a eletricidade estática e seu acúmulo num determinado corpo, e somente ela.

Exemplos práticos da eletricidade estática

Existem várias práticas pra demonstrar a eletricidade estática. Uma delas, e mais interessante, é através do gerador de Van de Graaff. Basicamente, esse aparelho gera eletricidade a partir de atrito. Apesar do atrito dar a ideia de movimento, não há uma significativa passagem de corrente elétrica, apenas é gerada tensão elétrica e acúmulo de energia. Por isso, mesmo se o aparelho gerar milhares de volts, não há um risco eminente de choque elétrico, pois quanto maior a tensão, menor será a corrente elétrica. Quando colocamos a mão no globo, nossos cabelos ficam eriçados, pois além de ficarmos eletrizados por contato, alguns fios se repelem por ter cargas iguais, e cargas iguais se repelem.

Gerador de Van de Graaff
Exemplo de gerador de Van de Graaff


Outro exemplo é esfregar um pente nos cabelos e colocá-lo em pedaços de papel. o pente fica com acúmulo de energia, ou seja, de elétrons (carga elétrica negativa). Os pedaços de papel são atraídos porque está cheio de carga elétrica positiva.

Como prevenir e evitar a eletricidade estática

Embora as descargas não sejam fatais em sua grande maioria, o choque provocado pode gerar desconforto e acidentes. Afim de evitar isso, existem algumas dicas simples de se evitá-los:
  • Para evitar choques num automóvel, toque em alguma parte metálica do veículo antes de descer dele.
  • Evite roupas de tecido sintético, como nylon e lycra. Prefira usar roupas de tecido de fibras naturais, como o algodão e o linho.
  • Caminhe descalço em superfícies de metal ou na terra. Ajuda a dissipar a energia acumulada no corpo.
  • Em alguns trabalhos industriais e de comércio de eletrônicos, é recomendável usar sapatos com sola de couro, mantas antiestáticas em bancadas e, em alguns casos, pulseiras antiestáticas. Muitos aparelhos, como telas de LCD e chips são sensíveis à eletricidade estática.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]